Quando navegamos em uma pasta que contém arquivos de mídia, o Windows gera imagens em miniatura desses arquivos (imagens, vídeo, etc.). A miniatura gerada é armazenada em cache no banco de dados e toda vez que reiniciamos o computador ou a manutenção automática de limpeza é realizada, esse cache é excluído. Isso quer dizer que quando abrirmos a pasta novamente, ele criará novamente esse cache, tornando o carregamento mais lento.

No vídeo eu explico com detalhes esse processo, inclusive mostro onde ficam armazenados os arquivos de cache das miniaturas. Eles estão na seguinte pasta:
%userprofile%AppDataLocalMicrosoftWindowsExplorer

O procedimento para desativarmos essa exclusão do cache é simples e rápido. Basta alterarmos o valor de uma chave no registro do Windows.

O caminho que acessamos dentro do regedit é:
HKEY_LOCAL_MACHINESOFTWAREMicrosoftWindowsCurrentVersionExplorerVolumeCachesThumbnail Cache

A chave que alteramos o valor é a “Autorun” e o valor hexadecimal que definimos para desativar essa exclusão de cache é 0 (zero).

No vídeo eu comento que mesmo após desativarmos a exclusão do cache, podemos realizar a limpeza dele se quisermos. Para isso, utilizamos a ferramenta CLEANMGR (digitando no executar do Windows).

Vale a pena ver o vídeo, contém muitos detalhes do recurso e o passo-a-passo de como desativar essa exclusão do cache de miniaturas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here